FOTO

FOTO
la fotografia es de la Paz Bolivia 2017 , autor luis pedro mujica

domingo, 23 de octubre de 2016

UPA UNIDADE PRONTO ATENDIMIENTO PARA RGS BRASIL

 UPA da Junção terá capacidade elevada de atendimento
Apesar de não estar parada, a conclusão da obra ainda está distante. Futura Unidade de Pronto Atendimento beneficiará todos os bairros da região
Foto: Fabio Dutra/JA
UPA da Junção terá capacidade elevada de atendimento
Preparações no solo antecedem o início da estruturação
foto
POR LUIZA TRÁPAGA
Entre as obras, que começam a se destacar no bairro Junção, está a futura Unidade de Pronto Atendimento (UPA) local, que beneficiará todos os bairros da região. A concepção da UPA do bairro é um desejo antigo das autoridades de saúde da cidade e dos próprios moradores, que aguardam, há anos, pelo benefício de um atendimento de qualidade mais próximo. Apesar de não estar parada, a conclusão da obra ainda está distante.
De acordo com o secretário de Saúde do Município, Luciano Jacobs, o processo de implantação está ocorrendo dentro do esperado. “A nossa expectativa é de dois anos para a finalização de todo o processo e a abertura da unidade”, conta ele. E continua: “Atualmente, estamos realizando as preparações finais no solo, para o início da estruturação”, explica o secretário.
Em outra ocasião, o secretário adjunto Pablo Borba já havia explicado o objetivo principal da implantação da UPA na Junção: “A nossa ideia sempre foi de que a unidade seja um ponto de fácil alcance para a população local, proporcionando um atendimento de qualidade”.
BAIRROS BENEFICIADOS
Entre os bairros beneficiados, estão: São Miguel; Leônidas; Vila Maria; Castelo Branco; São João; Cohab I e II; Santa Rosa; Bernadete; Humaitá; Cidade de Águeda e outros próximos. O secretário Luciano Jacobs também disse que grande parte desses bairros já possui postos de atendimento para ocorrências diárias. Então, a ideia é que essa nova unidade - assim como a que está em construção no Cassino - complemente o cenário, disponibilizando um local adequado, equipado e com funcionários habilitados para atendimentos de maior gravidade.

TIPO 3 Segundo Jacobs, também foi definido um ponto que ainda era incerto na última entrevista, realizada com a equipe do Agora, a dimensão da Unidade de Pronto Atendimento: “A UPA da Junção vai ser de tipo 3, a maior entre os três portes de unidades”, explica. Isso significa que a unidade vai ter uma capacidade de atendimento muito elevada". Segundo informações da página do Ministério do Planejamento, uma UPA de porte III, tem o mínimo de 15 leitos de observação e competência para atender, em média, 350 pacientes por dia. TOMADO DE AGORA DE RGS BR 

No hay comentarios: