foto

foto
fotografía del sur de Argentina , autor luis pedro mujica

viernes, 23 de junio de 2017

ESTADOS UNIDOS SUSPENDEM IMPORTAÇÃO DE CARNE BOVINA DO BRASIL

 ESTADOS UNIDOS SUSPENDEM IMPORTAÇÃO DE CARNE BOVINA DO BRASIL
Na quarta-feira, Ministério da Agricultura já havia anunciado medidas preventivas, barrando a saída de produtos de cinco frigoríficos aos EUA
Foto: Tadeu Vilani / Agencia RBS 
O secretário de Agricultura dos Estados Unidos, Sonny Perdue, anunciou nesta quinta-feira (22) a suspensão de todas as importações de carne bovina in natura do Brasil. Em nota, o órgão governamental alega "recorrentes preocupações sobre a segurança dos produtos direcionados ao mercado americano".
"A suspensão dos embarques permanecerá em vigor até que o Ministério da Agricultura brasileiro tome medidas corretivas que o USDA (Departamento da Agricultura dos EUA) considere satisfatórias", diz o texto divulgado pelo governo americano.
No texto, o USDA afirma que tem inspecionado desde março 100% dos produtos brasileiros com destino aos Estados Unidos e que, desde então, vetou a entrada de 11% dos produtos in natura, valor "substancialmente mais alto do que a taxa de rejeição dos produtos de outros locais do mundo". Ao todo, 106 lotes de carnes brasileiras foram barrados "devido a preocupações relativas à saúde pública, condições sanitárias e questões de saúde animal".
Na quarta-feira (21), o Ministério da Agricultura brasileiro anunciou que já havia suspendido as exportações de carne de cinco frigoríficos para os Estados Unidos. O governo americano, no entanto, decidiu por estender o veto a todos os produtos de origem brasileira.
"Garantir a segurança do fornecimento de alimentos de nossa nação é uma de nossas missões mais delicadas, e é uma que nós levamos muito a sério. Apesar de o comércio internacional ser uma parte importante do que fazemos na USDA, e de o Brasil ser um de nossos parceiros há muito tempo, minha prioridade é proteger os consumidores americanos", declarou o secretário Sonny Perdue. TOMADO DE ZERO HORA DE RGS BR


No hay comentarios: