foto

foto
fotografia de Italia , autor luis pedro mujica

martes, 1 de noviembre de 2016

ETANOL SOBE EM 17 ESTADOS E NO DISTRITO FEDERAL EM BRASIL

No Rio Grande do Sul, foi registrado o preço máximo do Brasil, de R$ 3,699 o litro no País
JONATHAN HECKLER/JC
Os preços do etanol hidratado nos postos subiram em 17 estados e no Distrito Federal, caíram em outros oito e não se alteraram no Amapá na semana passada. Os dados são da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). No período de um mês, o biocombustível subiu em 20 estados e no Distrito Federal e caiu em seis.
O Rio Grande do Sul foi o estado onde foi registrado o preço máximo para o etanol: R$ 3,699 o litro. O preço mínimo foi de R$ 2,471 o litro, em Minas Gerais. Na média, o menor preço foi de R$ 2,426 o litro, em Mato Grosso. O maior preço médio foi verificado no Amapá, de R$ 2,882 o litro.
Em São Paulo, principal estado produtor e consumidor, a cotação avançou 3,64% na semana, para R$ 2,622 o litro. No período de um mês, acumula alta de 13,90%, a maior do País. Na semana, o maior avanço das cotações foi registrado no Amazonas (3,69%), enquanto o maior recuo ocorreu em Roraima (1,37%). A maior queda mensal ocorreu em Rondônia (2,18%).
Os preços do etanol hidratado seguem competitivos ante os da gasolina apenas em Mato Grosso, segundo dados da ANP. Nos demais estados e no Distrito Federal, a gasolina se mantém mais competitiva.
Em Mato Grosso, o preço do etanol vale 67,57% do da gasolina. Em São Paulo, principal consumidor, a paridade é de 75,34%. A gasolina está mais vantajosa principalmente no Amapá (99,92%). A relação é favorável ao biocombustível quando está abaixo de 70%.
Os preços da gasolina nos postos voltaram a subir em 12 estados na semana passada, a segunda com a nova política da Petrobras, que reduziu o valor do combustível na refinaria em 3,2% no dia 14. São Paulo, com a maior frota do País, registrou novo aumento no derivado de petróleo, de R$ 3,472 para R$ 3,48 por litro, e deixou de ter o produto mais barato do Brasil. Essa posição, agora, é ocupada pelo Distrito Federal, que, na última semana, viu a gasolina cair de R$ 3,558 para R$ 3,465 por litro.
Outro destaque de queda foi o Amazonas, onde a gasolina passou de R$ 3,63 para R$ 3,575 por litro. Na contramão, Pernambuco e Goiás tiveram as maiores altas. No estado do Nordeste, o produto foi de R$ 3,614 para R$ 3,688 o litro, enquanto em Goiás variou de R$ 3,829 para R$ 3,863 por litro.

O preço da gasolina caiu em outros 12 estados e no Distrito Federal e não se alterou em Santa Catarina e Pará. O litro mais caro é observado no Acre, a R$ 4,117. Na média, a gasolina ficou praticamente estável na semana passada ante a anterior, oscilando de R$ 3,671 para R$ 3,669 por litro. Tomado de journal do comercio de rgs br 

No hay comentarios: