foto

foto
fotografía de Monte Caseros Corrientes Argentina , autor luis pedro mujica

viernes, 20 de enero de 2017

ESTADO RIO GRANDO DO SUL , BRASIL, PASSARÁ POR PERÍODO DE TEMPO SECO E FORTE CALOR

 Estado passará por período de tempo seco e forte calor
Depois de duas semanas em que a chuva se fez presente praticamente todos os dias em forma de pancadas rápidas e temporais ocasionais, o Rio Grande do Sul deve sofrer com um longo período de tempo seco e muito calor. Conforme previsão da meteorologista Estael Sias, da MetSul Meteorologia, a chuva pode não ocorrer pelos próximos dez dias no Estado, no Uruguai e no Norte da Argentina. Junto com o tempo seco, uma onda de calor irá cobrir o Estado, com as temperaturas máximas batendo nos 40 graus. As temperaturas mínimas, no entanto, ficarão abaixo do normal para a época.
De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), não deve chover no Estado, pelo menos, até segunda-feira. A alta amplitude térmica (diferença entre a mínima e a máxima) deve ser a tônica dos próximos dias. Enquanto as temperaturas mais baixas previstas devem ficar entre 9 e 11 graus, as mais altas baterão nos 35 graus.
De acordo com o Inmet, nesta sexta-feira, o céu ficará parcialmente nublado, com marcas de 9 a 34 graus no Estado e de 17 a 28 graus em Porto Alegre.
No sábado, a perspectiva é a mesma de sexta-feira. No domingo, há pequena possibilidade de chuva em áreas isoladas do Litoral Norte. Nos termômetros, fará entre 10 e 33 graus no Rio Grande do Sul. Na segunda-feira, haverá ligeiro aquecimento na atmosfera, fazendo de 11 a 35 graus no Estado.

Em Porto Alegre, os mapas meteorológicos não indicam calor extremo até o início da semana que vem. O Inmet estima que, nos próximos cinco dias, a máxima não deve ultrapassar os 32 graus, com as mínimas ficando entre 17 e 20 graus. Indicativo semelhante aponta o portal Climatempo, prevendo que a temperatura pode chegar aos 33 graus na terça e na quarta-feira, alcançando os 35 na quinta-feira. Conforme o Climatempo, não deve cair um milímetro sequer de chuva na Capital, pelo menos, até o sábado seguinte. Tomado de journal do comercio de rgs br 

No hay comentarios: