foto

foto
fotografía de La Paz Bolivia , 2017; autor luis pedro mujica

sábado, 14 de enero de 2017

11 CASOS NOTIFICADOS DE CHIKUNGUNYA EM UMA SEMANA EM RGS BRASIL

RS tem 11 casos notificados de chikungunya em uma semana
Casos suspeitos foram registrados em oito municípios gaúchos
Por: Elisandra Borba Doença é transmitida pelo Aedes aegypti
Foto: Divulgação / Fiocruz
O Rio Grande do Sul teve 11 casos notificados de febre chikungunya já na primeira semana do ano — entre 1º e 7 de janeiro —, segundo dados da Secretaria Estadual da Saúde apresentados na manhã desta sexta-feira. Cada caso está sendo analisado para se confirmar ou descartar a doença. As informações são da Rádio Gaúcha.
As notificações foram registradas em Porto Alegre, Nova Santa Rita, Cachoeirinha, Nova Petrópolis, Ijuí, Panambi, Osório e Palmares do Sul. Em 2016, foram confirmados 70 casos, sendo 64 importados e quatro autóctones.
Chikungunya pode matar até mais do que a dengue em 2017, diz pesquisador
Porto Alegre atinge índice de alerta para infestação de Aedes aegypti
Marcelo Valladro, veterinário e coordenador das ações de combate ao mosquito da Secretaria da Saúde, alerta que começou o período crítico da proliferação do inseto vetor, o Aedes aegypti, que também transmite dengue e zika. Ele reforça que a população deve se engajar no combate ao transmissor.
Os sintomas de chikungunya são febre acima de 39 graus, de início repentino, e dores intensas nas articulações de pés e mãos – dedos, tornozelos e pulsos. Pode ocorrer, também, dor de cabeça, dores nos músculos e manchas vermelhas na pele.
O Estado ainda não teve notificações de zika vírus em 2o17. Sobre a dengue, 10 municípios do Estado tiveram casos notificados na primeira semana do ano.

*Rádio Gaúcha tomadod e zero hora de rgs br 

No hay comentarios: