FOTO

FOTO
la fotografía es del sur de Argentina , autor luis pedro mujica

jueves, 5 de julio de 2018

CESTA BÁSICA DE PORTO ALEGRE SOBE


 Cesta básica de Porto Alegre sobe 3,45% em junho Dez dos 13 produtos que compõe a cesta ficara mais caros, como a batata, que teve alta de 25,57% MARCO QUINTANA/JC O custo da cesta básica de Porto Alegre subiu 3,45% no mês de junho, passando de R$ 437,73 para os atuais R$ 452,81. O valor é o mais caro do País entre as capitais pesquisadas. De acordo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o conjunto de alimentos apresenta alta de 6,11% no ano e variação de 2,06% em 12 meses. Dez dos 13 produtos que compõe a cesta ficara mais caros no mês: a batata (25,57%), o leite (14,48%), a farinha de trigo (8,76%), o arroz (6,56%), a carne (4,03%), o açúcar (3,88%), o pão (1,97%), o café (1,31%), o óleo de soja (1,25%) e o tomate (0,35%). No sentido contrário, ficaram mais baratos o feijão (-3,39%), a banana (-0,77%) e a manteiga (-0,71%). Em junho, o valor da cesta básica representou 51,59% do salário mínimo líquido, contra 49,87% em maio de 2018 e 51,47% em junho de 2017. Além da capital gaúcha, houve elevação do valor do conjunto de alimentos essenciais no mês em outras 14 capitais. As altas mais expressivas foram registradas em Cuiabá (7,54%), Recife (5,82%), Curitiba (3,84%), Belém (3,83%) e Porto Alegre (3,45%). As reduções ocorreram apenas em Campo Grande (-4,51%), Florianópolis (-3,70%), Belo Horizonte (-0,32%), Goiânia (-0,23%) e Rio de Janeiro (-0,10%). A cesta mais cara foi a de Porto Alegre (R$ 452,81), seguida de São Paulo (R$ 451,63), Rio de Janeiro (R$ 445,58) e Cuiabá (R$ 425,32). Os menores valores foram observados em Salvador (R$ 333,00) e Aracaju (R$ 349,55). - Jornal do Comércio (https://www.jornaldocomercio.com/_conteudo/economia/2018/07/636772-cesta-basica-de-porto-alegre-sobe-3-45-em-junho.html) // TOMADO DE JOURNAL DO COMERCIO DE RGS BR

No hay comentarios: